A estrela mais brilhante

terça-feira, 15 de junho de 2010

Um texto para minha vó

Realmente,eu e minha mãe nunca seremos as mesmas depois daquilo,e esse é um poema que traduz nossos sentimentos:

Vó,é triste lembrar que não vou poder te tocar além da lembrança...

Virou estrela...A nossa estrela do céu...

Quando virou estrela causou uma explosão no céu,mas vovó,o que faremos sem você?Agora toda vez que olhar no céu saberei que você está lá,irei sempre me lembrar de você quando olhar para lá.

Vó,te amo tanto como se você fosse como uma mãe para mim,mais que isso,uma amiga.Em vez de te chamar de mãe e de mamãe te chamamos de vó e de vovó.

Por que é que tem que ser assim vó?
Se o meu desejo por você não tem não tem fim ?
Eu te quero a todo instante nem mil auto falantes
vão poder falar por mim vovó.

Tô louca pra te ver chegar,
Tô louca pra te ter nas mãos.
Deitar no teu abraço,
Retomar o pedaço que falta no meu coração.


Eu não existo longe de você vó,mas estou tentando aguentar
e a solidão é o meu pior castigo.
Eu conto as horas pra poder te ver
mas o relógio tá de mal comigo
Por quê?
Por quê?

Dói de tanto medir a distância saber que não vou te tocar além da lembrança. A tua falta é sol sem calor está aqui, mas se foi. Virou estrela, a nossa estrela do céu.

Mãe!Vó!
Você foi minha heróina
Hoje é mais
Muito mais que uma amiga
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Vó! Paz!...

Mãe!

Me perdoa essa insegurança

Que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Mãe!Vó!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Mãe!Vó!
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura prá você renascer...

Vó!
Pode ser que daí você sinta

Qualquer coisa entre

Longos meses em busca de paz...

Mãe!Vó!
Pode ser que daqui a algum tempo
Haja tempo prá gente ser mais
Muito mais que mãe e filha e vó e neta
Mãe e amiga talvez...

Mãe!
Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só reencostar no teu peito
Prá pedir prá você ir lá em casa
E brincar de vóvó com minha filha
No tapete da sala de estar
Ah! Ah! Ah!...

Dói de tanto medir a distância
Saber que não vou te tocar
Além da lembrança
A tua falta é sol sem calor
E está aqui mas se foi
Virou estrela, a nossa estrela do céu

Sonhos que passaram por nós
Te conhecer foi saber o melhor

Há dois meses que isso aconteceu,montei o texto à base de músicas muito bonitas.Minha vó não estava em um cemitério muito bonito e ele não era bom,encontramos um cemitério lindo...O cemitério era o Cemitério Morumby,onde tava o Ayrton Sena,mas tinha um prazo de 60 dias ( 2 meses) para ela poder ir para lá,se não conseguisse,ela só ia poder ir daqui 3 anos.Claro que não deixamos ela ficar lá,minha mãe ficou correndo muito com isso,mas também muito para ajudar ela antes de acontecer aquilo,e meu tio também,foi um corre-corre,no último dia,conseguimos deixar ela lá,não só ela,mas ela e minha bisavó!E em breve também com meu tio,irmão do meu pai,que também foi uma pessoa muito boa.Mas minha vó foi muito boa realmente,mas muito boa,um número que sempre me lembra ele é o número 6,tantas coisas sobre minha vó que o 6 tá envolvida,mas tá faltando um pedaço do meu coração,minha saudade é infinita,a da minha mãe também,ela só tá aqui por causa de mim,vai ser díficil viver sem minha,mas muito difícil mesmo,lutamos tanto para lhe ajudar,agora a Copa do Mundo mais triste da minha vida,não deu tempo para ela fazer aniversário,nem de comemorar a Páscoa,nem o Dia das Mães,estou com muita saudade de você vó,mas muita saudade maior que o universo,infinita.
Vó você foi cedo...
Estou com saudades...
Hoje estou buscando a paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário